Author

Eduardo Gama - page 2

Eduardo Gama has 13 articles published.

Os 10 games mais vendidos de 2016

por
  • FIFA-17.png

 

Entre jogos de luta, esportes, aventura, ação, RPG, entre outros títulos, o Brasil é um dos maiores consumidores de games do mundo e movimentou no ano passado cerca de 1,6 bilhão de dólares (aproximadamente 4,9 bilhões de reais) em jogos online, possivelmente ultrapassando a liderança do México no segmento na América Latina. Uma coisa interessante é que o perfil do jogador mudou bastante também. O que era considerado uma atividade infantil, restrito a meninos que jogavam durante a infância e adolescência, virou um entrenimento de todas as idades, atingindo público de todos os gêneros.

De acordo com o Instituto GFK, os consoles mais famosos da atualidade (Playstation 4 e  Xbox One) tiveram 64% de participação no mercado brasileiro, um aumento de 18,8% em relação aos 49% registrado em 2015. Em vendas de jogos no Brasil, os dois videogames correspondem por 61,2% dos títulos comercializados. A grande notícia – e que talvez nem seja tão surpreendente assim – é que o jogo líder das vendas é o FIFA 17, versão virtual popular do esporte mais consagrado do Brasil e do mundo. Além da paixão que o futebol tem no Brasil, a grande vantagem de um jogo de futebol é a socialização que ele faz, porque é propício pra interagir online com outros jogadores como também é excelente pra fazer um churrasco e uma tarde de jogos.

Do último ano, segue a lista dos principais:

1. FIFA 17 – Jogo eletrônico de futebol, com versões para PC, PS4, PS3, Xbox One, IOS, Android e Xbox 360, desenvolvido pela EA Sports e lançado em setembro de 2016. É o clássico futebol com as opções de jogar “contra a máquina”, multiplayer ou online. Apesar da ideia final ser a mesma, os gráficos do jogo são cada vez melhores, mantendo a mesma boa jogabilidade, o que faz se consagrar com uma quantidade maior de público do que o seu rival. Além disso, a versão traz também times femininos, fato inédito na história dos jogos de futebol.

2. Minecraft – É um jogo eletrônico independente onde você pode construir diversas coisas diferentes como se estivesse montando blocos de Lego, como casas, móveis, objetos, prédios, monumentos, etc. O grande barato do jogo é o fato de que quando anoitece, aparecem monstros das mais diferentes formas e você precisa ser um guerreiro pra se defender. O game de gênero sandbox, possui plataformas para Java, Java applet, Android, iOS, Xbox 360,Xbox One, Raspberry Pi, PS3, PS4, PS vita.

3. Pro Evolution Soccer 2017 – Esse é o grande rival do FIFA, algo que gera inclusive grande debate e discussão entre os gamers sobre qual é o melhor jogo. Por conta de compras e perdas de direitos, o jogo possui exclusividade em alguns itens e perde totalmente outros. No Brasil, possui Corinthians e Flamengo, assim como a Arena Corinthians e o Maracanã como exclusivos, porém não possui a Copa Libertadores. O jogo da empresa japonesa Konami está disponível para as plataformas PS3, PS4, Xbox One android, Xbox 360 e Microsoft Windows.

4. Grand Theft Auto V – A franquia da Rockstar é um dos jogos mais populares do mundo. Um dos grandes baratos do jogo é a facilidade em poder explorar uma cidade aberta livremente e que com o passar do tempo e a evolução dos gráficos, mais se assemelhou a uma cidade do mundo real. O jogo causa polêmica pela série de crimes que se pode cometer, sendo o roubo de carros um dos pontos altos do game. Além disso, o jogo se passa no submundo da cidade, com organizações criminosas, máfia, drogas, prostitutas, entre outros. GTA V trouxe um fato inédito em relação às outras versões: o jogo possui três personagens com quem o jogador utiliza durante o jogo e as missões. Algumas delas, inclusive, só podem ser feitas com um jogador específico; algumas precisam de todos eles.

5. FIFA 16 – A versão anterior do FIFA 17 ainda rende sucesso pelo Brasil, até mesmo pela data de lançamento do sucessor e as opções que o jogo possui. Além disso, muitas ligas multiplayer e online estavam (estão) em andamento por conta do jogo e ainda há muito que a se aproveitar até mesmo antes de mudar para o game atual. Ainda por cima há muitos jogadores que esperam diminuir o preço do lançamento para adquiri-lo.

6. Pro Evolution Soccer 2016 – A mesma ideia do anterior: a mudança vai se dando gradativamente quando ainda se te muito a aproveitar da versão anterior.

7. Lego Marvel Super Heroes – Jogos envolvendo super-heróis são uma receita antiga de sucesso. Em plataformas muito mais robustas como as atuais, não poderia ser diferente. Um jogo que reúne Homem-Aranha, Homem de Ferro, Hulk, Viúva Negra, Capitão América, Wolverine, entre outros é certeza de sucesso. O formato dos personagens sendo de Lego traz ainda um pouco de nostalgia aos fãs do brinquedo que fez muito sucesso na década de 90. Com diversos cenários e boa jogabilidade, o resultado foi mais do que o esperado.

8. Call of Duty: Black Ops 3 – Lançado para PS3, PS4, Xbox360, Windows, Xbox One é um dos jogos de tiros mais famosos dos últimos tempos. A versão Black Ops 3 foi aguardada por muitos jogadores no Brasil e no mundo, principalmente pela diversidade de recursos e cenários que o jogo oferece. Nos dois consoles mais modernos (PS4 e  Xbox One) os gráficos estão ainda melhores. A jogabilidade é extremamente rápida e agitada, o que pode para jogadores iniciantes estranharem o game inicialmente. Depois de pouco tempo habituado, ele flui naturalmente.

9. Uncharted 4 – Seguindo a linha de jogos de tiro, Uncharted segue a linha de jogos de tiro em terceira pessoa. Nesta versão há um número bom de mudanças na jogabilidade, com upgrade na movimentação e interação com ambiente assim como o modo de infiltração. O jogo, considerado pelos próprios diretores como “muito mais ambicioso do que o esperado”, é exclusivo para PS4.

10. Battlefield – Finalizando a lista, Battlefield completa os dez primeiros com um jogo de guerra, outro modelo consagrado nos games. Baseado na Primeira Guerra Mundial, sequencionado em capítulos da ocasião, na qual o jogador pode seguir da maneira que quiser. Com jogabilidade em primeira pessoa e cenários mais abertos, o jogo traz sem dúvida a experiência mais realistasde toda a série.

Fonte: Adrenaline

 

 

Papo com o urologista – Dr. Cláudio Murta

por

 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) define saúde como um estado de completo bem estar físico, mental e social das pessoas ou de determinados grupos. Ou seja, é um estado de plenitude e atividade de um ser humano desde a infância até a sua idade mais avançada. Sendo assim, não há o menor sentido em manter esse estado da forma mais equilibrada possível, não é mesmo? Pois não representa o que os números dizem:

É preciso, então, sempre fazer o alerta para que os homens se cuidem e se preservem mais, visando não apenas mais longevidade, mas como uma vida com mais bem estar. Em conversa com o Dr. Cláudio Murta, médico urologista e médico assistente do Instituto do Câncer de São Paulo, coordenador do Centro de Referência de Saúde do Homem, falamos a respeito de algumas doenças masculinas, diagnósticos para as mesmas, tratamentos, estatísticas e dentre outros assuntos.

Mundo Varonil: Doutor, como o senhor classifica o “medo” que alguns homens sentem quando procuram o urologista?

Cláudio Murta: Os homens possuem um preconceito com relação ao urologista pelo exame digital da próstata (toque retal). Eles acreditam que a masculinidade está ligada à realização ou não do exame. Além disso, os homens têm uma ideia errada de que são invencíveis. São infalíveis. Quando na verdade não são. Os homens morrem mais cedo que as mulheres, têm mais doenças do coração que as mulheres. Enfim, eu costumo dizer que o homem é o sexo frágil.

MV: Qual a periodicidade por faixa etária que os homens devem procurar os profissionais da área?

CM: Os homens devem ir ao médico quando criança, no pediatra, mas depois no início da adolescência devem fazer ao menos uma consulta para conversarem sobre gravidez, doenças sexualmente transmissíveis e avaliar problemas locais como varicocele (veias dilatadas ao redor do testículo que podem causar infertilidade e tumores de testículo, mais comuns nesta idade). Na idade adulta devem ir ao médico para medirem a pressão arterial, colher exames gerais, como glicemia, ao redor dos 25 anos. Aos 40 anos, devem iniciar uma visita anual ao clínico geral ou cardiologista para avaliação da pressão, colesteral, diabetes. E a partir dos 50, devem procurar um urologista para avaliação da próstata. Claro, que essas visitas pode ser mais frequentes caso o paciente tenha algum problema durante sua vida.

MV: Existem dados percentuais da visita dos homens em consultórios urológicos?

CM: A sociedade brasileira de urologia mostrou que quase 50% dos homens nunca foi ao médico para avaliar sua próstata.

MV: Quais são as principais doenças urológicas que afetam os homens nas faixas etárias?

CM: Crianças: fimose, hernia inguinal, criptorquidia (testículo não descido), infecção urinária; Adolescentes: varicocele (dilatação das veias ao redor dos testículos e causa infertilidade), doenças sexualmente transmissíveis (DSTs); Adultos: cálculos renais, varicocele, DSTs, ejaculação precoce; Adultos acima de 40 anos: disfunção erétil, ejaculação precoce, hiperplasia prostática benigna (crescimento benigno da próstata), câncer de próstata e infecção urinária.

MV: E os seus sintomas, como podemos identificar os mesmos?

CM: Os sintomas são variados, mas vamos lá:

Fimose: dificuldade de exposição da glande
Hérnia inguinal: abaulamento na região inguinal
Criptorquidia: o diagnóstico é feito pelo pediatra
Infecção urinária: dor no canal da urina, urina fétida, escura, dor no pé da barriga
Varicocele: infertilidade
DST: depende da doença, mas em geral: verrugas genitais, úlceras no pênis, gânglios na virilha, dor para urinar, secreção pelo pênis
Cálculos renais: dor na região lombar, sangue na urina
Hiperplasia prostática: dificuldade de urinar, acordar a noite para urinar, ir várias vezes ao banheiro
Câncer de próstata: em sua fase inicial não dá sintomas. O diagnóstico é feito pelo exame de sangue e pelo toque retal

MV: E o tratamento dessas doenças é de fácil obtenção?

CM: O tratamento dessas doenças pode ser feito em hospitais do SUS. A facilidade depende da doença e do local de procura do paciente.

MV: É verdade ou mito que existem mesmo alimentos que podem auxiliar no tratamento dessas doenças?

CM: Existem doenças que determinados alimentos podem ajudar. Por exemplo, pacientes portadores de cálculos renais podem se beneficiar de ingestão de suco de limão, laranja, abacaxi. Esses sucos contêm citrato que evita a formação de cálculo. Nos pacientes com câncer de próstata, frutas e peixes, diminuem o risco de recidiva.

MV: Como a família do enfermo pode auxiliá-lo na cura destas doenças?

CM: Primeriamente, dando suporte psicológico. Entendendo o problema e dando força. Depois, ajudando durante o tratamento, do ponto de vista logístico (levando ao médico, aos exames, ao hospital, comprando remédios). Por fim, demonstrando amor.

MV: O senhor já passou por situações inusitadas com algum paciente? Poderia nos relatar?

CM: Infelizmente, essa pergunta não posso colocar, mesmo sendo anônimo, não poderia relatar aqui.

MV: Em sua opinião, quais os cuidados e/ou recomendações que o senhor pode nos informar para termos uma vida mais saudável?

CM: Primeiramente, criar hábitos de vida saudável. Como boa alimentação, evitar álcool e cigarro, manter o peso, exercícios físicos e tempo para lazer e descanso. Além de tudo isso, fazer seus exames regularmente, antes dos problemas aparecerem.

 

Conheça o Dr. Cláudio Murta: www.drclaudiomurta.com.br

Facebook: @drclaudiomurta

Instagram: @dr.claudiomurta

 

 

Como economizar mais combustível

por

Com a continuação da crise financeira que assombra o Brasil, onde diversos setores da economia estão sofrendo com a profunda dificuldade política e econômica que se arrasta desde 2014 e continua ainda hoje, seguem algumas dicas do que  se pode fazer com o intuito de minimizar os gastos com combustíveis (GNV, álcool, diesel e gasolina) alegrando com isso os nossos bolsos no final do mês.

Continue lendo

Ir Para Cima