• 17077094_1448864948499766_483366120686878720_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 16465717_443732345971836_8972470071876124672_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 16906802_1933820570184110_498937790906499072_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 17076097_226943957778347_1989585828266901504_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 17076880_1424845694256480_9204213854194630656_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 16908370_1841376099467535_897560478811684864_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 16788466_2053054344921183_3194963056949985280_n.jpg
    Reprodução/Instagram

Rainhas de Bateria no Instagram – Parte II

por

Pra continuar matando as saudades do Carnaval, mais um episódio das musas que desfilaram à frente das baterias em São Paulo:

Andréa Capitulino – Acadêmicos do Tatuapé

Começando pela campeã do Carnaval paulista, Andréa Capitulino é musa fitness, personal trainer e a exemplo da rainha campeã do Rio (Bianca Monteiro) já mostrou que é pé quente, estreando com um campeonato. Sempre atenta à saúde e à forma, Andréa treinou intensivamente para esse Carnaval e o resultado foi o que nós vimos. Nem precisa dizer muita coisa, né?

Tânia Oliveira – Dragões da Real

Olha quem está aqui novamente: Tânia Oliveira! A exemplo do show que deu no Rio, Tânia fez o mesmo dias antes no Carnaval paulista. Como já destacado, Tânia é tão versátil que poderia ser intitulada de “Multimusa”, devido à tantas atividades e a mostrar que reina com tranquilidade em duas grandes frentes diferentes. Que o próximo traga ela novamente!

Camila Silva – Vai Vai

Sendo mais uma que fez a dobradinha Rio-São Paulo, Camila Silva é um talento à parte quando se trata de rainhas de bateria. Com ambas as escolas nos desfiles das campeãs, Camila mostrou que a competência e o samba no pé seguem em dia durante o seu reinado. Já confirmada em ambas as escolas no ano que vem (Vai-Vai e Mocidade Independente de Padre Miguel), Camila vai continuar sendo uma forte razão de acompanhar os desfiles das escolas no Carnaval de 2018.

Valeska Reis – Império de Casa Verde

Aos 31 anos, Valeska foi para o sexto ano de reinado na Império de Casa Verde e para o décimo terceiro na avenida. Assistente de palco e dona de uma loja de grife e lingeries, Valeska defende os seios à mostra durante os desfiles e faz questão de mostrar um corpo exuberante em cada desfile. Antes de parar (o que não queremos que aconteça tão cedo), Valeska pretende também fazer sucesso no Carnaval do Rio. Que maravilha, não?

Lívia Andrade – Império de Casa Verde

Em um ato de tamanha generosidade, a Império de Casa Verde traz mais de uma beldade à frente da bateria. Atriz, apresentadora, modelo, assistente de palco e até dubladora, Lívia, mesmo com apenas 33 anos, é uma antiga conhecida do público. Já fez teatro, novela, apresentou programas e desfila desde os 10 anos de idade. Torcedora fanática do Corinthians, Lívia é sempre um espetáculo à parte nos desfiles das escolas de São Paulo.

Ellen Rocche – Rosas de Ouro

Chegamos aqui à rainha que é disparada uma das mulheres mais bonitas do Brasil. Ellen tem sem dúvidas uma das genéticas mais impressionantes já vistas, ostentando aos 37 anos de idade uma beleza bastante incomum. Após ter quase se formado em Medicina (não concluiu por problemas financeiros na época), Ellen começou sua carreira como modelo e apresentadora de palco. Já participou de reality show, já posou nua e chegou a ser em 2002, eleita pela Revista VIP, a mulher mais sexy do mundo. Hoje Ellen é atriz, coleciona vários trabalhos na televisão, já fez teatro e cinema e é rainha da Rosas de Ouro desde 2007. Enfim, é notório o quanto é bom ver essa mulher!

Aline Oliveira – Mocidade Alegre

A Mocidade Alegre veio esse ano com uma rainha bem inusitada: Aline Oliveira, que tem 27 anos e é profissional de Educação Física. Mas além disso, Aline já foi da comissão de frente e até mesmo ritmista da escola, tocando surdo de terceira, que é o surdo mais agudo e responsável pelo balanço que a bateria tem. O interessante é que Aline não gostava do barulho que a escola fazia perto de casa. Mas foi uma vez lá ver o que era o “barulho” e nunca mais saiu de lá. Maravilha de barulho, não acham?

Dani Bolina – Unidos de Vila Maria

Dani Bolina é mais do que conhecida do público, principalmente após ter sido panicat do programa Pânico na TV. Já participou do reality A Fazenda e também já fez aparições como repórter. Agora há cinco anos à frente da bateria da Unidos de Vila Maria, Dani é gaúcha, famosa pelas tatuagens e por algumas declarações um tanto quanto polêmicas. Dani diz que não é boa de samba, mas sinceramente, não foi o que vimos no desfile. Se continuar “sambando mal” assim, nós agradecemos.

Daniela Albuquerque – Acadêmicos do Tucuruvi

Quem vê hoje a apresentadora e ex-modelo Daniela Albuquerque, nem faz ideia do histórico que ela teve antes de ocupar o atual posto. Nascida em Dourado no Mato Grosso do Sul, Daniela já foi babá, já trabalhou em seguradora e até mesmo camelô. A carreira de modelo só veio aos 18 anos, quando começou a trabalhar em uma agência de modelos. Fez grande sucesso quando foi apresentadora do programa Dr. Hollywood, já na Rede TV. Daniela segue hoje como apresentadora no canal, do qual é casada há 11 anos com o presidente da emissora. Para o desfile, Daniela se preparou de várias formas: fez aula de samba, de balé, e até mesmo de “samba fitness” para não fazer feio na avenida. Estreando como rainha de bateria, percebemos que o resultado foi positivo!

Tati Minerato – Gaviões da Fiel

Quem nunca ouviu falar das irmãs Minerato? Se ainda não ouviu, apresentamos aqui uma das duas: Tati Minerato. Referência de beleza no Brasil há alguns anos, as duas irmãs costumam manter os holofotes pra si. Esse ano, Tati completou à frente da bateria da Gaviões 10 anos de reinado, cargo disputado por conta da popularidade da escola. Tati hoje é completamente integrada com a escola e nem pensa em sair do cargo conquistado com esforço tão cedo. Que a Tati permaneça com muitos e muitos anos de reinado!

Viviane Araújo – Mancha Verde

Olha a rainha das rainhas aí novamente! Alguém se surpreende que ela também saia no Rio e em São Paulo? Há muitos anos como rainha na Mancha Verde, Viviane tem a mesma dedicação com a escola de São Paulo que tem com o Salgueiro. Hoje Viviane chegou a uma categoria de ser referência para as outras rainhas de bateria, para as aspirantes a rainha e para meninas que sonham um dia em chegar ao posto. Enfim, só podemos dizer que é muita majestade!

Stephanye Cristine – Unidos do Peruche

Agora é a vez da caçulinha das rainhas de São Paulo: Stephanye Cristine! Apesar da pouca idade, Stephanye tem muita experiência no samba; desde os três anos de idade desfila na escola, já foi rainha mirim e desde 2007 está à frente da bateria do Unidos do Peruche, estreando oficialmente como rainha no ano passado, fazendo com que sua identificação com o samba, com o Carnaval e com a escola estejam no seu sangue. Dona de um dos sorrisos mais bonitos da avenida, Stephanye faz com que nós a aguardemos com ansiedade para o ano que vem.

https://www.instagram.com/rainhastephanye/ – Conta Privada

Pâmella Gomes – Tom Maior

Dançarina do Faustão, Pâmella Gomes reina os seus 24 (21 deles passados na avenida) anos de idade na Tom Maior. Estudante de Artes Cênicas e apaixonada por dança desde a infância, Pâmella apesar de ter um estilo próprio e muito peculiar, é fã de Ivete Sangalo e Beyoncé. Mesmo como dedinho do pé quebrado – quebrou quatro dias antes do desfile – Pâmella, foi na raça, desfilou de bota ortopédica e tudo e disse que a dor nem incomodou. Pâmella pode até ser fã das citadas anteriormente, mas o Carnaval mostrou que ela certamente também tem muitos fãs. Inclusive nós!

Cinthia Santos – Águia de Ouro

No quinto ano como rainha da Águia de Ouro, Cinthia Santos ostenta 35 anos muito bem vividos. Cinthia é o retrato da saúde e boa forma: não bebe, não fuma, leva uma vida regrada e suas imagens dizem o restante. Dona de um restaurante japonês em São Paulo e solteira após um casamento de oito anos, Cinthia fez intensa preparação nos ensaios e na sua rotina para estar pronta para o desfile. Apesar do descenso da Águia de Ouro, Cinthia certamente deu conta do recado.

Ariellen Domiciano – Nenê de Vila Matilde

Fechando a nossa segunda lista de rainhas, Ariellen Domiciano defendeu o posto de rainha da escola pela terceira vez. Ariellen é rainha de raiz, que defende as rainhas de comunidade e critica as “oportunistas do samba”. Assistente de palco do programa Legendários, Ariellen é casada e sempre conta com a ajuda do sortudo marido para os desfiles. Apesar da queda da Nenê, Ariellen não deixou a peteca cair. Que bom, né?

Carioca, Engenheiro, torcedor e ritmista da Estação Primeira de Mangueira. Além de acordar cedo por necessidade e comer churrasco por amor, consegue ser fã de séries e de samba. Muitas vezes ao mesmo tempo.


Warning: printf(): Argument number must be greater than zero in /home/mundo063/public_html/wp-content/themes/fox/single.php on line 269

Ir Para Cima