• 16907996_1648330668806249_7988870471728758784_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 16908158_264542350657817_134098598492110848_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 16908887_1293669544049995_9170215219497009152_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 17075856_895402753896533_3540815775201755136_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 17077132_258969741224409_4765644811984175104_n.jpg
    Reprodução/Instagram
  • 17125337_1840404802842045_2097979854946304000_n.jpg
    Reprodução/Instagram

Rainhas de Bateria no Instagram – Parte I

por

Carnaval 2017 foi embora e deixou saudades! Pra aliviar um pouco desse sentimento, listamos aqui algumas das beldades que abrilhantaram o nosso Carnaval:

Bianca Monteiro – Portela

Estreando no cargo de rainha de bateria da Portela, maior campeã do Carnaval do Rio, Bianca Monteiro estreia com título que tira a agremiação de uma fila de 33 anos e fazendo parte da galeria das rainhas que fazem parte da comunidade das escolas. Cria da escola, Bianca já foi por duas vezes princesa da Corte do Carnaval Carioca. Começou na escola ainda cedo como passista, sendo uma das mais talentosas integrantes da ala. Sendo assim, não há motivos pra não relembrarmos dessa beldade.

Camila Silva – Mocidade Independente de Padre Miguel

Aos 45 minutos do segundo tempo, Camila Silva assumiu o reinado da bateria Não Existe Mais Quente de Padre Miguel. Depois de uma conturbada vinda de uma empresária angolana (Carmen Mouro, que não desfilou por problemas de saúde) para ocupar o posto, Camila, que já tinha ocupado a função em 2013, voltou a reinar na verde e branco. Famosa por ostentar um samba no pé digno de respeito, a atriz foi aclamada pela comunidade que a recebe novamente feliz e de braços abertos, retornando para as campeãs após 14 anos. Nós também recebemos!

Viviane Araújo – Acadêmicos do Salgueiro

Chegamos a provavelmente mais famosa rainha de bateria do Carnaval. Viviane começou desde nova a carreira de modelo, participando de concursos de beleza e campanhas publicitárias. Já foi Garota do Fantástico, já fez diversas participações em programas de TV e em 2014 atuou na novela Império da TV Globo, chegando a ganhar um prêmio de atriz revelação. Com história na Marquês, desfilando em várias escolas do Rio e até já sendo cantora de forró, Viviane é hoje um dos pontos altos do desfile do Salgueiro, onde mantém sua hegemonia há 10 anos. Prova de que o que é bom, nunca é demais ver!


Evelyn Bastos – Estação Primeira de Mangueira

Com longa história na escola, Evelyn Bastos vem para mais um ano à frente da bateria Tem Que Respeitar Meu Tamborim, que garante o som da verde e rosa, escola mais tradicional do país. Nascida e criada no Morro da Mangueira, Evelyn representa a linhagem da mulher que tem o sangue da escola e também faz parte do resgate das raízes da tradição de uma escola de samba. Carioca, torcedora do Vasco da Gama, aluna de Educação Física da UERJ e claro, mangueirense das mais roxas, Evelyn sempre é a certeza de uma Mangueira muito bem representada na Sapucaí.

Paloma Bernardi – Acadêmicos do Grande Rio

Uma das mulheres mais bonitas do Brasil na atualidade, Paloma veio pelo seu segundo ano seguido como rainha de bateria da escola de Duque de Caxias, cidade da Baixada Fluminense. Em uma escola famosa por ter como componentes vários artistas, a atriz paulistana vem se destacando no posto e cada vez mais firmando um disputado território na agremiação. Talentosa, com vários trabalhos na TV, teatro e cinema, Paloma mostrou que também sabe fazer bonito no Carnaval. E mais uma vez, nós agradecemos por isso.

Raíssa de Oliveira – Beija-Flor de Nilópolis

Nesse ano de 2017, Raíssa foi simplesmente para o seu 15º ano à frente da bateria da Beija-Flor de Nilópolis. Rainha de bateria da escola desde os 12 anos, é a rainha em maior tempo em atividade da história do Carnaval, sendo escolhida pela própria comunidade local para ocupar o posto, angariando para si o título de mais nova rainha de bateria do Carnaval. Formada em Jornalismo e rainha com o maior número de títulos, Raíssa seguirá encantando seus súditos ainda por muito tempo à frente da bateria da azul e branco.

Cris Vianna – Imperatriz Leopoldinense

Atriz e modelo, Cris Vianna foi modelo desde os 13 anos de idade. Com 10 anos de carreira, Cris viajou o mundo desfilando pela profissão. Após isso, Cris participou de várias escolas e oficinas de atores até estrear em 2005 na novela América, da TV Globo. Depois disso, Cris participou de várias novelas e até mesmo alguns filmes, inclusive o polêmico Última Parada 174. A frente da bateria da Imperatriz desde 2013, Cris diz que 2017 foi seu último ano no Carnaval. Nós sinceramente esperamos que ela repense essa opinião.

Tânia Oliveira – União da Ilha do Governador

Sendo mais uma da categoria das musas “versáteis”, Tânia Oliveira é outra rainha que já teve vários trabalhos na carreira profissional: já foi atriz, panicat, apresentadora, repórter, musa fitness, de tudo um pouco. Entre tantas rainhas experientes no carnaval do Rio, Tânia fez sua estreia em solo carioca à frente da Baterilha, uma das mais famosas e tradicionais baterias da cidade. Já familiarizada com a escola da Ilha do Governador, Tânia estreou com um show na avenida. Alguém duvidava disso?

Raphaela Gomes – São Clemente

Chegamos agora à atual caçula das rainhas: Raphaela Gomes é a rainha de bateria da São Clemente e tem apenas 18 aninhos. Dona de um sobrenome tradicional na escola – o pai é o presidente e toda história de fundação da São Clemente passa pela família Gomes -, Raphaela vem mais uma vez honrou as tradições do lugar onde nasceu e foi criada respirando samba, onde defende as cores da escola no posto desde os 15 anos e desde os 4 anos como componente. Vida longa à Rapha! A gente torce e muito por isso!

Sabrina Sato – Unidos de Vila Isabel

Uma das principais remanescentes do BBB, Sabrina é uma metamorfose artística. Já foi dançarina do Faustão, atriz, participante de reality show, apresentadora de humorístico na TV e hoje tem o seu próprio programa na TV Record. Da cidade de Penápolis para o mundo, Sabrina é um constante sucesso. A única coisa que não muda é a beleza da moça. Aliás, muda sim: a cada dia fica melhor! Desde 2011 à frente da bateria da Vila, Sabrina é mais uma preciosidade que nunca cansaremos de ver.

Juliana Alves – Unidos da Tijuca

Atriz, ex-dançarina do Faustão e ex-participante do BBB, Juliana Alves esteve mais um ano à frente da Pura Cadência da Unidos da Tijuca. Nascida em Bento Ribeiro, bairro do subúrbio do Rio, graduada em Serviço Social pela UFRJ, Juliana já atuou em diversas novelas e alguns trabalhos para o cinema brasileiro, sendo inclusive premiada pelas suas atuações em Duas Caras e Caminho das Índias, ambas da TV Globo, sendo também ativista de movimentos contra o racismo. Juliana é sem dúvidas um dos grandes motivos de assistir o desfile das escolas no Rio.

Caroline Marins – Paraíso do Tuiuti

Chegamos à última da lista das rainhas do grupo especial do Rio de Janeiro desse ano. Caroline Marins representou mais uma vez o Paraíso do Tuiuti, escola da Zona Norte carioca que retornou ao grupo especial. Aos 21 anos, Carol subiu com a escola depois de ter estreado com o título do grupo de acesso do ano passado, atualmente conhecido como Série A. Filha do presidente da agremiação e com apoio da escola, Carol desbancou várias oponentes que ofereceram propostas para desfilar no seu lugar. Todas recusadas. Sorte a nossa!

 

Carioca, Engenheiro, torcedor e ritmista da Estação Primeira de Mangueira. Além de acordar cedo por necessidade e comer churrasco por amor, consegue ser fã de séries e de samba. Muitas vezes ao mesmo tempo.


Warning: printf(): Argument number must be greater than zero in /home/mundo063/public_html/wp-content/themes/fox/single.php on line 269

Ir Para Cima